Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/gazeta/gazetanossa.com.br/index.php:1) in /home/gazeta/gazetanossa.com.br/libraries/joomla/session/session.php on line 532

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/gazeta/gazetanossa.com.br/index.php:1) in /home/gazeta/gazetanossa.com.br/libraries/joomla/session/session.php on line 532

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/gazeta/gazetanossa.com.br/index.php:1) in /home/gazeta/gazetanossa.com.br/plugins/system/jat3/jat3/core/parameter.php on line 107
Jaboatão

.

.

Jaboatao

Educação de Jaboatão em estado de greve

Foto: Sinproja
Reivindicando a aplicação do reajuste de 13,01% no piso salarial dos profissionais em educação do município, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Jaboatão (Sinproja) convocou os profissionais da área para a realização de uma assembleia seguida de ato público, na frente da prefeitura, em Prazeres. Na ocasião a assembleia aprovou que a partir de hoje estarão em estado de greve, tendo como indicativo a próxima assembleia, dia 9 de abril, para aprovar a decretação de um movimento paredista, caso o governo de Elias Gomes não cumpra a legislação do piso nacional da categoria.
A administração contesta. Segundo o secretário de administração Jorge Lemos, "O governo Municipal, apesar de estar pagando mais que o estabelecido, aos professores concursados e efetivos na carreira, ofereceu a reposição da inflação concedendo o valor da inflação acumulada em 2014, percentual de 6,5%. Para os professores contratados, os 13% para que os mesmos alcancem o piso mínimo nacional e para os profissionais de apoio, 8,2%.
Porque a Prefeitura de Jaboatão não pode oferecer 13% a todos os professores, mesmo aos que estão ganhando acima do Piso Nacional?
Quando assumimos em 2009 a educação municipal estava entre as que tinham alguns dos piores índices e/ou indicadores da Região Metropolitana do Recife. Depois de seis anos, temos mais de 55.000 alunos na rede, com 129 escolas, tendo cerca de 4.200 profissionais da educação. Entregamos mais de cem mil alimentações por dia aos nossos alunos, garantimos materiais educacionais, fardamento, livros, transporte escolar onde é necessário e temos uma folha de pagamento que absorve todo dinheiro do FUNDEB.
O município de Jaboatão tem investido valores superiores aos 25% da arrecadação determinados por lei em Educação: cerca de 28% em 2013 e 26,6% em 2014".

Add a comment (0)

Jaboatão vice-campeão no desperdício d’água

De cada 100 litros de água coletada e tratada no Brasil, em média, apenas 67 litros chegam são e salvos. Os outros 37% se perdem no caminho, junto com o dinheiro investido no saneamento básico. O prejuízo financeiro com as perdas de água em todo o Brasil atinge nada menos do que R$ 8 bilhões ao ano, segundo estudo do Instituto Trata Brasil, feito com base nos dados mais recentes do Ministério das Cidades, relativos a 2013.
No ranking do desperdício, Jaboatão dos Guararapes fatura mais um troféu às avessas. È a segunda cidade com maior desperdício, com 70,63% de desperdício de água tratada, perdendo apenas para Macapá, capital do Amapá.
Isto que o abastecimento, em Jaboatão, chega apenas a 54% da população. Isto é, cerca de 300 mil habitantes no município não tem acesso à agua de qualidade em seus domicílios.
Lembrando que os responsáveis pelo abastecimento de água no município são a Compesa e o governo do estado, embora seja de responsabilidade do poder municipal a implantação do Plano Municipal de Saneamento Básico.
Um caso recente foi vazamento na Rua Roberto Pessoa Ramos, no bairro de Porta Larga, em Jaboatão, denunciado no blog de Marlus Costa por um leitor (foto). É praxe no blog este tipo de denúncia e fica registrada a demora da Compesa em resolver as situações, prazo este que pode variar de dois dias a dois meses, conforme denúncias observadas no blog.

Add a comment (0)

Faculdade Guararapes alerta alunos sobre dificuldades no FIES e diz que governo federal "Quebra compromisso" com os estudantes

A Faculdade Guararapes, situada em Jaboatão dos Guararapes, postou ontem à noite em seu facebook nota alertando os estudantes adeptos do FIES - Fundo de Financiamento Estudantil, sobre as dificuldades que vêm por aí, salientando que a instituição (como todas as outras) não tem autonomia para contestar as ações do governo Dilma que, entre outras medidas, limitaram o valor a ser financiado já para 2015, prejudicando uma quantidade imensurável de estudantes.

Veja abaixo a nota, na íntegra:

Prezado estudante,
Desde o dia 26 de dezembro de 2014, o Ministério da Educação (MEC) vem anunciando diversas mudanças no Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), programa do Governo Federal mantido pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). As novas regras foram impostas às instituições de ensino superior sem qualquer negociação ou aviso prévio e surpreenderam a todos, afetando diretamente os alunos que dependem do programa para ingressar no ensino superior ou continuar a estudar.
Em pleno período de matrículas, o MEC decidiu, por exemplo, limitar o valor financiado em todos os seus contratos, já para o ano de 2015. Decidiu também rever os critérios de concessão do FIES, o que tem dificultado a formalização de novos contratos e aditamentos.
Essas medidas – adotadas de forma unilateral - quebram o compromisso contratual do Governo com os estudantes e com as instituições de ensino superior, uma vez que está impondo limites ao valor de financiamento do curso escolhido. Isso tem gerado incertezas, principalmente no que diz respeito ao percentual financiado da mensalidade a cada semestre, que até então incluía o reajuste anual previsto na Lei das Mensalidades Escolares (artigo 1º da Lei 9.870/99).
Neste momento, estamos empenhados em entender as mudanças impostas pelo MEC com o objetivo de buscar as melhores alternativas para os nossos alunos e não temos medido esforços para que o direito de todos os beneficiários do Fies seja mantido.
É importante esclarecer, no entanto, que a FG-Faculdade dos Guararapes não possui autonomia na aprovação de aditamentos dos contratos Fies. Essa é uma prerrogativa exclusiva do Governo Federal, através do MEC. Também não estabelecemos nenhum limite de vagas, valores ou disciplinas para alunos do FIES. Assim, se houver qualquer limitação essa será de responsabilidade exclusiva do Governo Federal.
Informamos, ainda, que estamos preparados para ajudá-los a fazer a solicitação de aditamento do seu financiamento no sistema do Fies (sisfiesaluno.mec.gov.br). Para isso, solicitamos que você procure a CPSA ou a Central do FIES da FG o quanto antes.
Para a Faculdade dos Guararapes você é a prioridade e a continuidade dos seus estudos é o nosso o maior objetivo.

Add a comment (0)

banner1

Você está aqui: Home CIDADES Jaboatão