Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/gazeta/gazetanossa.com.br/index.php:1) in /home/gazeta/gazetanossa.com.br/libraries/joomla/session/session.php on line 532

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/gazeta/gazetanossa.com.br/index.php:1) in /home/gazeta/gazetanossa.com.br/libraries/joomla/session/session.php on line 532

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/gazeta/gazetanossa.com.br/index.php:1) in /home/gazeta/gazetanossa.com.br/plugins/system/jat3/jat3/core/parameter.php on line 107
Jaboatão

.

.

Jaboatao

Campanha vai incentivar o desarmamento em Jaboatão

Posto itinerante para recolhimento de armas funcionará inicialmente em Cavaleiro,  entre os dias 28 e 30 deste mês. 
Da assessoria – Mais uma campanha será realizada em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana, para incentivar o desarmamento, numa parceria entre a Polícia Militar e a Prefeitura. A primeira localidade a receber o Posto de Coleta Itinerante (PCI) será o bairro de Cavaleiro, nos dias dias 28, 29 e 30 deste mês - quarta, quinta e sexta da semana que vem -, na Praça Murilo Braga. Já no período de 4 a 6 de fevereiro, o posto funcionará próximo ao Mercado das Mangueiras, em Prazeres. Nos dois casos, os atendimentos ocorrerão das 8h às 17h.
Além do PCI, as armas poderão ser entregues no Quartel da Polícia Militar, na delegacia da Polícia Federal (PF) ou da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Para isso, é necessário retirar uma guia para transportar os objetos, pelo sitewww.entreguesuaarma.gov.br  ou no próprio carro itinerante. Com a documentação, o cidadão poderá se locomover de maneira legal e segura. A identificação de quem for entregar as armas não é obrigatória.
“Essa ação será mais uma forma de reforçar a integração entre os órgãos de defesa Municipal e Estadual para reduzir os índices de violência. Iniciativa que se completa com um conjunto de ações que estão sendo realizadas pela Prefeitura, por meio do Programa Jaboatão em Ordem”,  afirmou o secretário de Ordem Pública e Segurança Cidadã do Jaboatão dos Guararapes, Elmo Freitas.
A campanha de desarmamento será realizada pela Polícia Militar, com o apoio da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes.

INDENIZAÇÃO – As armas que forem recolhidas serão encaminhadas ao Exército para o descarte total. No ato da entrega, o cidadão cadastrará uma senha e receberá um protocolo do Banco do Brasil, com validade de 30 dias. A indenização pela entrega da arma estará disponível para saque até 48 horas após a entrega. O valor ficará entre R$ 150 e R$ 450, conforme a arma de fogo. As munições devem ser levadas separadamente, mas não serão indenizadas.

Add a comment (0)

Liberada verba federal para recuperação da Avenida Canal, em Jaboatão

Avenida Canal.
Canal Olho D’Água, na Lagoa, será alargado dentro do projeto de revitalização da área

A Avenida Canal, em Jaboatão, depois de seis anos abandonada, deve ser reformada em grande estilo. Também conhecida como Avenida Governador Miguel Arraes e tendo como nome oficial Avenida José de Souza Rodovalho, a via é um caminho direto de Prazeres, Piedade e arredores até a Lagoa Olho D’Água, porém sem via de acesso nas margens da Lagoa, quando termina a avenida e o próprio canal de Setúbal, um dos que alimentam a Lagoa. Agora foram liberados pelo Ministério das Cidades do Governo Federal R$ 18 milhões para a pavimentação e drenagem das duas mãos da referida avenida, iniciando na Barreto de Menezes até as proximidades da Lagoa. O projeto contempla também uma ciclovia em uma das margens.
A parcela de verba, liberada por meio do Programa Saneamento Para Todos para o projeto de revitalização da Lagoa Olho D’Água, soma R$ 31 milhões, sendo que o restante milhões será utilizado para alargar o Canal Olho D’Água, situado no outro extremo da lagoa, com 1,7 km de extensão, com o objetivo aumentar a vazão para as águas que vão da Lagoa para o Rio Jaboatão.
Por enquanto, ainda não se fala no desassoreamento da Lagoa, considerado de fundamental importância para evitar alagamentos. Até porque, existe a probabilidade de, em maré cheia, o canal, mesmo alargado e aprofundado, não resolva a questão dos alagamentos.

Trajeto a ser recuperado. Mas ainda vai faltar o acesso à Lagoa.
A Secretaria das Cidades, por meio da Cehab, ainda vai iniciar o processo de licitação para as duas obras. Após licitado, o prazo para o inícioé de 90 dias. No total, as duas intervenções tem a estimativa de serem concluídas em 18 meses.
Histórico: Alimentada por dois braços de canal - Jordão, que já foi um rio, e Setúbal, a lagoa é a única formação de restinga urbana de Pernambuco. É considerada também a maior lagoa no perímetro urbano do Brasil, sendo quase três vezes maior que a Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro.
Segundo a Secretaria das Cidades do governo de Pernambuco, a liberação foi feita após a conclusão Com a conclusão do Plano Diretor da Lagoa, contratado pela Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab), realizado pelas empresas Diagonal e Projetec, em parceria com a Prefeitura de Jaboatão.
Revitalização da Lagoa Olho D’Água – A Lagoa é um dos maiores tesouros ecológicos e turísticos de Jaboatão dos Guararapes, mas a área sempre foi relegada ao esquecimento. Aos poucos, foi sendo invadida por sub-habitações, sem infaestrutura, virando local de depósito ilegal de lixo. Existe projeto de revitalização desde o governo Rodovalho, mas sempre se arrastaram na luta por verbas, contra a burocracia e na dependência de liberações por órgãos ambientais, com paralisações devida à ações do Ministério Público.
No governo Eduardo Campos centenas de famílias foram realojadas em residencial localizado em Cajueiro Seco, mas a morosidade do projeto e a falta de fiscalização deixou que a área fosse novamente ocupada. Agora, estima-se que pelo menos novas 100 casas devam ser desapropriadas, e o número de novas invasões é incerto e não sabido.
O plano original de revitalização da Lagoa inclui-se num macro-projeto que, se um dia for implantado em sua totalidade, revalorizará áreas hoje à margem de qualquer traço de desenvolvimento humano. Do macro projeto faz parte a construção do binário de Cajueiro Seco, lançado também no governo Eduardo e paralisado não se sabe por quais motivos. A construção de um novo acesso ligando a Ponte do Paiva à antiga BR 101, em Pontezinha (ou o alargamento da Estrada de Curcurana) também está esquecido. A construção de vias em todo o entorno da Lagoa, chamado de Via Metropolitana Sul é outro projeto que, quando realizado, tornará a área supervalorizada, tal qual aconteceu com a Lagoa do Araçá, na Imbiribeira, no Recife.
Mas antes é preciso outra obra corajosa e dispendiosa: fazer o saneamento no local e no entorno, um desafio que, em tempos de vacas magras como hoje em dia, ninguém vai querer nem poder encarar.
Portanto a revitalização total da Lagoa Olho D’Água deve esperar mais dez ou vinte anos, no mínimo.

Add a comment (0)

IV Prêmio Solano Trindade de Literatura Afro-Brasileira será no Cine Teatro Samuel Campelo

O IV Prêmio Solano Trindade de Literatura Afro-Brasileira já tem data marcada: Será dias 20 e 21 de dezembro, no Cineteatro Samuel Campelo, em Jaboatão Centro, a ser reaberto, segundo a Prefeitura de Jaboatão, ainda este ano. As inscrições vão até o dia 5 de dezembro, e devem ser feitas na Secretaria Executiva de Cultura e Patrimônio Histórico de Jaboatão, na Rua Antonio Ferreira Campos, 4787, Candeias, ou através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . As inscrições são gratuitas, devendo o participante entregar no ato um poema feito individualmente, inédito e da autoria do candidato, sobre o tema proposto. Os 20 finalistas deverão recitá-los em performances de até 5 minutos, nos dias 20 e 21 de dezembro, às 18 horas. Os três primeiros colocados receberão prêmios de R$ 3 mil (1º lugar), R$ 2,5 mil (2º) e R$ 2 mil (3º). Além disso, todos os participantes receberão um certificado de participação.
Para a performance será disponibilizado ao participante palco, som, microfone e iluminação.
Quem foi Solano Trindade – Solano Trindade (Recife, 24 de julho de 1908 — Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 1974) foi um poeta brasileiro, folclorista, pintor, ator, teatrólogo e cineasta. Filho do sapateiro Manuel Abílio Trindade, foi operário, comerciário e colaborou na imprensa. No ano de 1934 idealizou o I Congresso Afro-Brasileiro no Recife, Pernambuco, e participou em 1936 do II Congresso Afro-Brasileiro em Salvador, Bahia. Mudou-se para o Rio de Janeiro, nos anos 1940 e logo depois para a São Paulo, onde passou a maior parte de sua vida no convívio de artistas e intelectuais. Participou de um grupo de artistas plásticos com Sakai de Embu onde integrou na produção artística a cultura negra e tradições afro-descendentes. O poeta foi homenageado com o nome em uma escola e uma rua na região central do município.
Trabalhou no filme A Hora e a Vez de Augusto Matraga de Roberto Santos, e teve três livros publicados: Poemas de Uma Vida Simples (1944), Cantares ao Meu Povo (1963) e Poemas Antologicos.

Add a comment (0)

banner1

Você está aqui: Home CIDADES Jaboatão