Prefeito Elimário, de Barreiros, fala em colapso financeiro e detona gestão de Carlinhos da Pedreira

  • Categoria: Barreiros
  • Escrito por Paulo Rocha

“Não vamos mexer no salário de ninguém”, afirma prefeito Elimário em entrevista

Depois de publicar decreto com redução de despesas públicas, de contratos temporários, de funções gratificadas, análise para redução de jornada de trabalho, cancelamento de cessão de servidores com ônus para a prefeitura, renegociação de contratos com fornecedores, revisão de contratos de locações, proibição de concessão de diárias, redução de 10% no consumo de água, luz e combustíveis, entre outras medidas, o prefeito de Barreiros, Elimário Farias, esteve dia 13 de julho na Rádio Litoral FM, afim explicar à população o porquê das necessárias ações.
Elimário atribui ao ex-prefeito Carlinhos da Pedreira a atual situação do município, declarando inclusive, acionar a justiça para responsabilizar criminalmente o ex-prefeito Carlinhos da Pedreira pelo “estado de colapso financeiro enfrentado pela Prefeitura”
Em entrevista ao comunicador Besouro Lima, ao lado do vice-prefeito Thomaz Baleia e os secretários Cristiano Ximenes (Finanças) e Sérgio Lima (Administração), além do Procurador Geral do Município, Dr. Eromir Moura.
“Eu já deveria ter vindo bem antes fazer essa explicação aos ouvintes e à população Barreirense, mas é que boa parte desse material sô pôde ser concluído agora”, disse o gestor referindo-se a ter recebido recentemente o estudo da auditoria que precisou ser realizada para tomar pé da situação ao qual recebeu a prefeitura e completou: “Assim, diante de alguns números que vamos passar para vocês, todos vão poder avaliar e chegar a conclusão da real situação que se encontra o município de Barreiros”.
Elimário aproveitou para lamentar o fato de não ter realizado algumas ações no que gostaria, a exemplo da antecipação de parte do 13º salário, pois alegou que hoje o Município se encontra em sérias dificuldades devido à forma desastrosa como vinha sendo conduzido. “Isso é um descaso, uma falta total de compromisso, um absurdo, uma verdadeira enganação à população e hoje estamos no vermelho, numa situação de risco total, um verdadeiro colapso”,  se referiu Elimário à gestão anterior Para corroborar com as afirmações, o gestor barreirense relacionou um débito herdado de R$ 979.946,68 referente a contas de consumo de energias não pagas à Celpe.
Em resposta às especulações sobre a sua intenção em retirar diretos dos servidores, o prefeito afirmou que apesar da situação em que encontra o Município, com dívidas que juntas superam o valor de R$ 35 milhões, a sua gestão priorizará o compromisso com o servidor público. “Essa questão do PCC (Planos de Cargos e Carreiras) é uma coisa que mais fiz questão de vir aqui na rádio (esclarecer). Não vamos mexer no salário de ninguém, não vamos mexer com o dinheiro do trabalhador”, disse afirmando ainda que não tem medido esforços para colocar a casa em dia e continuar valorizando o servidor público.
O secretário de Finanças, Cristiano Ximenes, também fez questão de apresentar um resumo de débitos deixados pela gestão passada. Entre eles, mais de R$ 12 milhões referentes à pendências com fornecedores e prestadores de serviços, quase R$ 14 milhões alusivos à contribuições previdenciárias não repassadas ao INSS, R$ 3,9 milhões no tocante ao salário de dezembro e parte do 13º salário de 2016, entre outros. “Assumimos também uma pendência no PASEP de R$ 762 mil”. Ximenes também não esqueceu um débito com precatórios.
“Logo quando nós entramos cai um presente para o prefeito Elimário. O pagamento de um precatório de R$ 2.745.000,00 mil”. Em relação a esta dívida,  secretário de Finanças informou que teve que ir ao núcleo de Precatórios, no Recife, para parcelar o valor em 48 meses, onde a Prefeitura está assumindo uma parcela mensal de aproximadamente R$ 60 mil reais.
Confira um resumo das dívidas herdadas pela gestão de Elimário Farias:
Corroborando com o que abordou o secretário de Finanças, o Procurador Geral do Município, Dr. Eromir Moura, fez questão de registrar que o prefeito Elimário Farias desde o início do seu mandato demonstrou preocupação com o cenário que aos poucos era descoberto e para não sacrificar ainda mais as finanças da prefeitura só nomeou 20% dos cargos a que teria direito.
O procurador também defendeu as medidas adotadas pelo atual gestor, alegando que elas são essenciais para garantir a manutenção do pagamento dos salários dos servidores em dia e revelou que um dos objetivos da atual gestão é o de restabelecer a situação financeira e assim elaborar um calendário anual de pagamento dos salários, o que possibilitará ao servidor público um planejamento quanto as suas contas, coisa jamais realizada anteriormente.
Dr. Eromir ainda chamou a atenção que em toda a sua trajetória profissional jamais havia encontrado uma prefeitura na situação como a de Barreiros.  “Nunca vi um cenário de desastre financeiro, de uma demonstração clara de um ex-gestor que não teve compromisso com o patrimônio público”, expressou.
Citando um trecho de uma cartilha publicada pela ex-gestão, que diz o seguinte texto: “Desde o início da nossa gestão tivemos muito cuidado em usar o dinheiro público com responsabilidade”, o procurador teceu duras críticas à forma como foi conduzida as finanças da prefeitura nos últimos anos e disparou a seguinte frase: “O que foi feito nos últimos quatro anos é tudo o que não se pode repetir”.
Expressões do tipo “gestão temerária” e “gestão irresponsável”, além de “tragédia financeira”, “herança maldita” e“terra arrasada” foram utilizadas com bastante ênfase pelo procurador para descrever a antiga gestão e traduzir a situação como foi recebido o município das mãos do ex-prefeito Carlinhos da Pedreira (PSB) . “O que foi feito aqui em Barreiros foi uma questão imoral do ponto de vista administrativo, uma flagrante ofensa à legislação, sem nenhum planejamento”, frisou Dr. Eromir, fazendo questão de fundamentar suas posições em documentos comprobatórios produzidos por Órgãos como o Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE).
O procurador afirmou ainda que Carlinhos da Pedreira teria cometido o crime de apropriação indébita ao descontar contribuições previdenciárias do servidor e não repassá-las para a previdência. Fazendo questão de destacar que o Município já entrou com uma representação contra o ex-prefeito para que ele responda na justiça sobre os atos. “O ex-prefeito já responde há duas ações de improbidade administrativa por não prestação de contas. Foi representado criminalmente pelo Ministério Público Federal e Estadual”, apontou.
Na linha de mostrar que a atual gestão está agindo no sentido de reequilibrar as contas e apresentando disposição para apresentar  e contrapor o argumento daqueles que porventura tenham dúvidas das informações apresentadas, o vice-prefeito Thomaz Baleia propôs a realização de uma Audiência Pública onde todos poderiam comparecer. Neste ponto Thomaz aproveitou para desafiar ao ex-prefeito a participar e assim rebater as críticas diante de representantes da Justiça e da população. “Todo mundo tem direito a ampla defesa e a resposta. Convido àqueles que duvidarem desses números a uma Audiência Pública”, disse Thomaz.
Já Sérgio Lima, secretário de Administração, destacou o problema gerado por débitos e prestações de contas junto ao INSS, o que segundo ele estava prejudicando a aposentadoria de servidores, e falou também do constrangimento dos funcionários que tiraram empréstimos consignados e mesmo que mesmo tendo os valores deduzidos dos seus contracheques tiveram os seus nomes negativados porque a gestão anterior não estava repassando o dinheiro às instituições bancárias. Neste caso específico Sérgio informou que a atual gestão está buscando a regularização das dívidas que juntas superam o valor de R$ 880 mil reais, para que os funcionários tenham os seus nomes limpos e voltem a ter a oportunidade de conseguir crédito junto aos bancos.
Ao final da entrevista, o prefeito Elimário Farias pediu a compreensão da população e afirmou que honrará o mandato a ele confiado. “Fico aqui acertado com cada um de vocês que com o nosso empenho e com um pouco de compreensão de vocês vamos colocar as coisas no lugar e fazer tudo acontecer”, e completou: “Obrigado pela atenção, pelo respeito, pelo apoio e vamos seguir em frente porque a nossa meta é fazer sempre o melhor”. (Escrito por Wellington Ribeiro)

Em calamidade pública, Barreiros começa a atender vítimas da enchente

  • Categoria: Barreiros
  • Escrito por Paulo Rocha

Com as águas baixando e a chuva dando uma trégua, começam a ser atendidas as vítimas da enchente em Barreiros. Doações foram organizadas durante toda a madrugada, pela equipe da prefeitura de Barreiros acompanhada da Defesa Civil, para serem entregues nos abrigos disponíveis pela prefeitura e na zona rural do município.
A Secretaria de Ação Social de Barreiros vem recebendo apoio do Governo do Estado de Pernambuco, com o apoio dos efetivos da Polícia Militar, da Defesa Civil, servidores e voluntários, que já estão em mobilização plena na distribuição dos donativos.

Todos os abrigos da prefeitura com as famílias afetadas receberão, através de cadastramento prévio, os seus donativos.
Nesta segunda-feira, o governador do estado Paulo Câmara que foi recepcionado pelo prefeito Elimário Farias e seu vice Thomaz Baleia, em entrevista na Rádio Litoral FM.
O Ministro das cidades, Bruno Araújo, informou na manhã desta terça-feira, 30 de maio, que cerca de 400 casas ainda não entregues em Barreiros serão entregues a desabrigados, seguindo critérios de assistência social.
As doações, em Barreiros, continuam sendo recebidas em frente à rádio Litoral FM.

 

Barreiros plantará 10 mil árvores nas margens de rios

  • Categoria: Barreiros
  • Escrito por Paulo Rocha

Foto: Ascom

Prefeitura de Barreiros e Defesa Civil, iniciou dia 23 de maio a Gincana Ambiental “Projeto Voltando as Águas”. O projeto é uma grande parceria das Secretarias de Educação, envolvendo as escolas, Agricultura e Meio Ambiente, Saúde, Obras, Diretoria de Transporte, Guarda Municipal, IFPE - Campus Barreiros, Compesa, Igreja Católica, 45º Grupo de Escoteiros do Ar Miguel Arraes de Alencar e apoio do Amigo Irmão Linho. O objetivo da Gincana Ambiental é o plantio de 10.000 mudas de espécies nativas para recuperação da mata ciliar dos Rios Carimã e Itaperibú. A primeira escola a participar foi a Nossa Senhora da Rosa Mística, onde os alunos mostraram total empenho e dedicação ao projeto.

Elídio Moura é eleito conselheiro estadual de saúde

  • Categoria: Barreiros
  • Escrito por Paulo Rocha

Secretário de Saúde de Barreiros foi indicado pelo Colegiado de Secretários(as) Municipais de Saúde de Pernambuco

Com informações do Blog Ponto de Vista – Aconteceu na manhã desta segunda-feira (22/05/2017), no auditório da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES/PE), cerimônia de posse dos novos Conselheiros Estaduais de Saúde de Pernambuco para o biênio 2017-2019.
Dentre os conselheiros eleitos e empossados, está o Secretário de Saúde de Barreiros Elidio Moura, representando o segmento gestor. “Sabemos da responsabilidade de fazer parte da mais alta instância do Controle Social nas políticas de saúde em Pernambuco. Devemos representar os anseios e perspectivas dos municípios do Estado, sempre tomando decisões que direcionem o bem comum”, falou Elidio Moura.
O Conselho Estadual de Saúde (CES) é um órgão colegiado de caráter permanente, paritário e deliberativo, com funções de formular estratégias, controlar e fiscalizar a execução da política estadual de saúde, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros, conforme prevê a Lei 12.297, de 12 de dezembro de 2002.

Herança maldita: Barreiros fica sem FPM por conta de dívidas herdadas com o INSS

  • Categoria: Barreiros
  • Escrito por Paulo Rocha

Dívidas de 25 milhões junto ao INSS deixadas por Carlinhos da Pedreira impossibilitam recebimento do Fundo de Participações do Município. Mais de 2 milhões foram retidos somente em fevereiro e podem comprometer acordo com servidores

Em razão de dívidas herdadas da gestão anterior, o setor financeiro da Prefeitura de Barreiros se deparou na manhã desta sexta-feira (10/02) com uma situação nada animadora. Tudo porque o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) veio zerado. A retenção de recursos do FPM da Prefeitura dos Barreiros se deu principalmente devido a dívidas junto ao INSS.
Embora o funcionalismo público do município tivesse, na gestão passada, os descontos referentes às contribuições previdenciárias retidas mensalmente em seus contracheques, ao que parece a gestão do ex-prefeito Carlinhos da Pedreira não estava repassando parte desses recursos ao INSS como seria de obrigação. Por esta razão, a Receita Federal chegou a reter somente nesta sexta-feira R$ 1.292.791,69 para cobrir o rombo em relação a contribuições previdenciárias não realizadas e outros R$ 727.154,80 referentes a outras dívidas herdadas, totalizando a retenção de R$ 2.019.874,49 milhões.
Além de dívidas previdenciárias, a gestão do Prefeito Elimário herdou também débitos relativos a salários em atraso e falta de repasse dos empréstimos consignados junto a instituições financeiras, recursos que também eram descontados dos funcionários, porém não estavam sendo destinados para amortizar as dívidas junto aos bancos.
O secretário municipal de Finanças Cristiano Ximenes relatou que a dívida junto ao INSS chega próxima aos R$ 25 milhões e que a Prefeitura tentará conseguir o parcelamento dos débitos existentes. Porém, caso o município não consiga este parcelamento, há a possibilidade do FPM vir zerado até a quitação da dívida, o que geraria sérios problemas. O secretário também externou que em breve irá apresentar ao Ministério Público e à população a real situação financeira deixada pelo antigo gestor.
“Até o final de março estaremos concluindo a auditoria e entregando ao Promotor de Justiça e à população barreirense um relatório completo da situação de como recebemos a prefeitura. O que até agora tivemos acesso demonstra que as dívidas são bem maiores do que imaginávamos”, expressou Cristiano.
Vale lembrar que, recentemente, a Prefeitura dos Barreiros fechou um acordo com representantes dos sindicatos locais para o pagamento dos salários em atraso deixados pela antiga gestão. Porém, o que o Governo Municipal não contava era com a retenção de recursos do FPM, o que por sua vez acabou por gerar um clima de preocupação e pode comprometer o pagamento do salário do mês de fevereiro e o cumprimento do acordo firmado na Promotoria para o pagamento das parcelas referentes aos salários em atraso deixados pelo ex-prefeito Carlinhos da Pedreira. (Fonte: Blog Ponto de Vista)

Entregues mais de 600 casas em Barreiros

  • Categoria: Barreiros
  • Escrito por Paulo Rocha

Da assessoria – Felicidade e gratidão marcaram a vida de 3.250 pessoas beneficiadas pelo Governo  de Pernambuco, por meio da Casa Militar, com a entrega de 635 habitações, na última sexta-feira(01), no município de Barreiros, Mata Sul do estado. Trata-se do Residencial Fazenda Santa Clara I, com investimento total de R$ 61,1 mihões, com o estado custeando R$ 35,5 mihões, e a Caixa Econômica Federal, parceira no empreendimento, investindo R$ 26 mihões, dentro da Operação Reconstrução.
As casas e o entorno delas oferecem plenas condições de habitabilidade e convivência social. A infraestrutura interna e externa possui 41,30 m² de área, dois quartos, banheiro, cozinha, sala e área de serviço. Estão garantidas a pavimentação das vias, drenagem de águas pluviais, sistema de esgotamento sanitário com estação de tratamento, sistema elevado de abastecimento de água, energia e iluminação pública. As moradias contam ainda com equipamentos de lazer com praça e quadra poliesportiva.
Participaram da entrega do novo empreendimento, o Coordenador Estadual de Defesa Civil, Luiz Augusto, o Secretário Executivo de Defesa Civil, Ten Cel Rosendo, o Coordenador de Engenharia, Major Luiz Pereira, o Secretário Municipal de Ação Social, Carlos de Assis, o representante da Secretaria de Habilitação do Governo do Estado, a Superintendente da Caixa Econômica Federal, Simone Nunes, o Gerente Regional de Construção Civil, Paulo Lira, o Gerente de Filial da Caixa Econômica Federal, Bento Júnior, o prefeito de Barreiros, Carlos Artur Soares de Avellar Júnior, o Pároco da cidade, o Pe. Antônio Guilherme e o Diretor da HBR Engenharia, Ricardo Pedrosa.
No clima de festa, o aposentado Severino Machado de Freitas não escondeu a alegria de receber as chaves da nova residência, após perder tudo no antigo imóvel com as enxurradas do inverno de 2011. Vejo hoje o cumprimento de uma promessa do governo. “Vou aproveitar essa casa para ajudar meus filhos e netos nessa nova fase da vida da gente”, contou.
As enchentes deixaram um rastro de destruição estrutural e conjuntural na vida das pessoas e na dinâmica de 68 cidades no estado. O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria da Casa Militar, já entregou mais de 11 mil unidades habitacionais. São cerca de 50 mil pessoas beneficiadas com as chaves das novas moradias em 18 municípios.
O chefe da Casa Militar, coronel Eduardo Pereira, disse que a entrega aos beneficiários marca uma nova dinâmica social para a cidade de Barreiros.  “A gente percebe a mudança para melhor no formato estrutural das casas no município de Barreiros. Um povo que perdeu tudo ou quase tudo com as enchentes, e tem a oportunidade de resgatar sua dignidade morando em casas novas. Estão de parabéns, a população, o governo do estado e a Caixa Econômica, pela parceria”, disse.
Já foram entregues em PE 95 mil unidades habitacionais, todas fruto da parceria entre o Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal.

Barreiros terá shopping com 100 lojas

Prefeito de Barreiros, Carlos Avelar, e o empresário Tedd Albuquerque. Foto: Prefeitura dos Barreiros

Investimento é do empresário Tedd Albuquerque, que pretende construir em tempo recorde o “Como Assim?! Shopping

Paulo Rocha – Já se falava há algum tempo sobre a possibilidade da construção de um shopping em Barreiros. Agora foi confirmada a notícia: o empresário barreirense Tedd Albuquerque, radicado em São Paulo, é quem irá levar o empreendimento adiante, denominado Como Assim?! Shopping.
O Como Assim?! é a marca registrada de Tedd Alquerque, que inovou o segmento de shoppings populares na capital paulista e agora vem a Barreiros com um projeto totalmente inovador, garantindo que será o primeiro shopping auto sustentável do Brasil, com o uso de energia solar e reaproveitamento da água.
O anúncio, feito dia 13 de outubro, pegou de surpresa muitos barreirenses, mas animou a maioria, principalmente pelos prazos apresentados pelo empresário. Já com todo o projeto pronto, Tedd Albuquerque diz que as obras iniciarão no início de 2016, na entrada da cidade, sendo inaugurado em 2017, um prazo recorde possibilitado pelo uso de pré-moldados em sua estrutura. A animação contagia trabalhadores que vêem uma oportunidade de emprego quase imediata, durante a construção do empreendimento, e empresários, que terão uma visibilidade regional quando as 100 lojas estiveram comercializadas, fato que deve acontecer no final deste ano de 2015. Quando pronto, deve gerar, segundo as expectativas de Tedd, cerca de 1.800 empregos diretos e indiretos.
Além das lojas, o projeto do shopping prevê cinema, parque de exposição e jardins.
O Como Assim?! Shopping tem um investimento de 30 milhões, boa parte movimentando a tão necessitada economia de Barreiros, e deve recolocar Barreiros na situação de pólo comercial do Litoral Sul.

Rota dos Manguezais
Os planos empresariais de Tedd Albuquerque no Litoral Sul não ficam por aí. Depois do Shopping, já está esboçado um projeto maior, que deve se estender de Barreiros até Várzea do Una, incluindo bairro planejado, hotéis e piers, provavelmente na extensão do Rio Una, uma atração turística e ambiental até agora não utilizada. O projeto tem o apropriado nome de “Rota dos Manguezais”.
O empresário deu as informações em primeira mão à Radio Litoral FM, de Barreiros.

Crise no interior: Prefeito de Barreiros abre mão de salário

Prefeito de Barreiros, Carlos Avelar, popular Carlinhos

Decreto reduz despesas, proíbe contratação de bandas e artistas, suspende obras municipais e prevê redução de secretarias

Considerando a crise financeira que assola o País, o prefeito Carlinhos, de Barreiros, através de decreto, tomou algumas medidas provisórias para tentar amenizar os impactos negativos da crise.
Entre as medidas tomadas, que devem durar no mínimo três meses, renováveis por mais três, Carlinhos e o vice Leo abriram mão de seus vencimentos, ficando acordado também a redução de 20% do salário dos secretários municipais. Carlinhos determinou ainda uma redução de gastos das secretarias, com a supressão de 30% dos contratos temporários, percentual que chega a 50% na secretaria de Obras.
O decreto é retroativo a 1 de outubro e ainda prevê outros cortes, como a proibição de contratos com quaisquer bandas ou atrações artísticas para eventos municipais, limitação de viagens intermunicipais a um veículo por dia, redução de gastos como telefonia, energia elétrica, propaganda institucionais e outras.
Também as obras na cidade estão suspensas, com exceção de reparos emergenciais e obras com financiamento federal ou estadual. Está oprevista ainda uma reforma administrativa, com a redução de secretarias, por meio de fusão, reforma esta que será enviada para a Câmara de Vereadores até o início de novembro.

VEJA O DECRETO COMPLETO CLICANDO AQUI

Festa de São Miguel em Barreiros encerra sem Padre Gusmão

Padroeiro de Barreiros foi lembrado sem a presença de Padre Gusmão, que teve um AVC e estava hospitalizado

Para encerrar as comemorações ao padroeiro da nossa cidade, São Miguel Arcanjo, houve dia 29 de setembro celebração campal da Santa Missa e logo após a procissão, que saiu da Igreja Matriz de São Miguel em direção a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, percorrendo as principais ruas da cidade.
A celebração foi realizada sem a participação de Padre Gusmão, que  sofreu um AVC e estava internado desde sábado, dia 24, segundo a assessoria de Comunicação da Paróquia São Miguel.

IFPE Barreiros divulga nota sobre segurança no campus

Com a agravamento da violência em Barreiros e casos sucessivos de furtos, roubos e assaltos na área do IFPE/Campus Barreiros, inclusive com um recente incêndio criminoso num dos banheiros da instituição, nesta quinta-feira, 21 de Maio de 2015, a direção emitiu uma nota oficial sobre o assunto e as medidas que poderão ser tomadas. Entre elas, a instalação de câmeras de monitoramente, reforço policial e até a possibilidade de escolta armada para professores e alunos em trechos mais perigosos.

Leia na íntegra a nota informativa sobre segurança no IFPE-Campus Barreiros:
“Prezados colegas servidores, estudantes, pais e comunidade em geral,
Diante das recentes ocorrências, em nosso campus, de presença de pessoas estranhas à comunidade local circulando em áreas incomuns ao trânsito de pedestres, e de abordagens, roubos, furtos e tentativas desses atos a estudantes, servidores e moradores, gerando insegurança a todas as pessoas, vimos comunicar o que se segue:
1. O IFPE-Campus Barreiros possui 400 hectares de área e um perímetro de 8 km, fazendo divisa com a zona rural do município e com vários bairros – entre eles, alguns reconhecidamente violentos, sendo a região do entorno e a própria área do campus cortada por diversas vias de acesso público, de trânsito livre, uma delas, inclusive, recentemente asfaltada;
2. O IFPE-Campus Barreiros possui uma extensa área de Reserva Legal (mata densa) que supostamente poderá estar sendo usada como esconderijo e apoio para pessoas envolvidas com o crime e tráfico de drogas, por ter visão privilegiada dos arredores, uma vez que essas abordagens e roubos de armas dos vigilantes da empresa terceirizada para prestação de serviços de segurança ocorreram nos horários das trocas de turno da vigilância;
3. Há, atualmente, um total de 22 vigilantes, sendo quatro motorizados, dois com exercício durante o dia e dois à noite, que circulam nos locais de maior movimentação de estudantes e servidores, e postos fixos em pontos críticos do campus, como Parque Zootécnico e Setor de Horticultura;
4. São objeto do contrato dos serviços de vigilância salvaguardar o patrimônio da instituição e manter a segurança das pessoas que nela circulam, estudam e trabalham, sendo da Polícia Militar a atribuição de ações ostensivas de combate ao crime;
5. A Polícia Militar se faz presente com viaturas, fazendo rondas periódicas no campus e, a despeito dessas ações, as abordagens, roubos, furtos e tentativas desses atos estão crescentes, sendo os casos notificados através de Boletins de Ocorrência às autoridades competentes;
6. Alterações e adequações nas ações de vigilância foram implementadas, a exemplo do sugerido pela Professora de Avicultura (a escolta armada para professores e alunos no trajeto ao setor de Zootecnia I e II), e outras poderão ser adotadas para otimizar os serviços de segurança. Para essas incrementações, solicitamos sugestões das pessoas da comunidade escolar;
7. Está em trâmite na Reitoria do IFPE um Processo de contratação de sistema de monitoramento por câmeras (CFTV). Solicitamos à Reitoria priorizar esse trâmite, visto que esse recurso será de grande valia para nosso sistema de vigilância;
8. Solicitamos junto à Reitoria o agendamento de audiência com o Secretário de Defesa Social do Estado para dar ciência da situação e solicitar, em caráter de urgência, reforço de policiamento ostensivo no município e especificamente no campus;
Num contexto de potencial agravamento da violência em nosso município, sugerimos aos educadores desta casa que, articulados com as comissões local e sistêmica da Cultura pela Paz, participem de discussões com os estudantes e incentivem os mesmos à reflexão sobre as causas da criminalidade, do uso e tráfico de drogas e as consequências dessas ações para toda a comunidade. Essas discussões e reflexões certamente contribuirão para que nossa comunidade seja multiplicadora de uma cultura de paz.
Comunicamos, por fim, que encaminhamos Ofícios Nº 071/2015-DGCB e Nº 072/2015-DGCB, respectivamente, à Polícia Militar no município, solicitando intensificar as rondas neste campus, e, à Polícia Federal, comunicando os fatos e solicitando atendimento à nossa necessidade premente de ações do âmbito daquela corporação, de contenção à violência no nosso município e no nosso campus.
JORGE NASCIMENTO DE CARVALHO – DIRETOR GERAL”