Justiça suspende prazo de concurso público em Jaboatão

  • Categoria: Jaboatão

A Justiça suspendeu, dia 1 de agosto, a pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a contagem de prazo para o concurso público do Município de Jaboatão dos Guararapes, realizado em 2015 e cuja vigência seria encerrada dia 28 de julho. Assim, o certame ficará suspenso até que a administração municipal adote as medidas necessárias à regularização da contratação dos candidatos aprovados, que devem ser chamados para os cargos ocupados por servidores temporários. A administração municipal pode recorrer da decisão.
O município deverá apresentar, junto com a defesa, um cronograma de nomeações dos aprovados em quantidade suficiente para suprir os cargos vagos, bem como apresentar o número exato de cargos vagos existentes na Prefeitura e oferecidos pelo Edital nº01/2015, ainda na gestão Elias Gomes, bem como o número de profissionais contratados temporariamente para o preenchimento de cargos vagos; o número de temporários contratados para substituir servidores em férias ou licenças; o número de temporários contratados para funções sem o cargo correspondente; e o critério objetivo para a nomeação de pessoas com deficiência aprovadas no concurso de 2015.
Segundo explicou a promotora de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Jaboatão, Ana Luiza Figueiredo, apesar das reiteradas medidas adotadas pelo MPPE, incluindo solicitação de informações e expedição de recomendação orientando a substituir os temporários por candidatos aprovados, a gestão ainda permaneceu com vários contratos temporários.
O concurso público aberto pelo Edital nº01/2015 ofertou vagas em várias categorias profissionais, como agentes de saúde, técnico em infraestrutura e meio ambiente, engenheiro, arquiteto, analista em saúde, médico, analista em políticas sociais e econômicas, analista em suporte à gestão e professores.